domingo, 29 de agosto de 2010

Eu um Herói Filho da Puta

Eu, um super-herói desempregado
com o braço biônico fraturado
as botas a jato no sapateiro
meu ajudante, ninguém sabe o paradeiro.

Quero meu inimigo fora do coma
para eu voltar a ter meu ganha pão
terei dinheiro pra viajar pra roma
por isso faço essa apelação.

Então todos vão me idolatrar
vão me chamar pra grandes eventos
e como serei super, só super modelos vou pegar.

Quando perigo houver tenham em min em pensamento
em perigo não tente se defender
pois só assim não terás orgulho pra viver.

(Do álbum Cantinho do Poeta Feliz de Tiago Malta livre pra baixar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTA QUE EU GOSTO