sábado, 17 de novembro de 2012

Sangue Novo poema de Tiago Malta


Boca Amarga
Buraco que abre nosso caminho
Nasce o atraso ou abre uma brecha?
Faça analise sobre o que se computa
Mas, você sabe, o que nos somos?

Somos pétreas
E nessa história quem ta no volante?
Por que nos é falado como coisa que não interessa
E seu cabelo não te agrada,
Pinte, corte ou deixe crescer.

Pode ficar muda, não tem que ser palavra
pois quando é palavra, não agrada,
Pois é tão chata a sessão da analise.

Parou pra falar com quem te interessa
Fenda que corta o nosso destino
Quem nos atropelou?
Pinte, corte ou deixe crescer
Mas você sabe o que somos?
Algo que sempre é falado
E então é um atraso ou uma brecha
Somos só estranhos no ninho.


(Sexto Caderno da Sabedoria, 08 de Janeiro de 2000)

Fonte da foto: http://x-x-ana-sofia-x-x.skyrock.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTA QUE EU GOSTO