terça-feira, 26 de novembro de 2013

Clipping Press-Kit


O Press-Kit (PK) é uma ferramenta de comunicação muito mediática na atualidade, sendo é um material preparado para imprensa, patrocinadores e outras pessoas de interesse. Normalmente ele é um conjunto de materiais, geralmente reunido em uma pasta ou envelope podendo conter entre os itens
- Textos (Press release)
- Fotos
- Cartaz / Portfólio/ Flyer / Folheto
- Disquete
- Catálogo
- Estatísticas
- Análises
- Cópias de documento
- Discursos
- DVDs e/ou CDs
- Alguns brindes (personalizados) que remete ao assunto promovido, como bloco de anotações, canetas.
- Em alguns caso pode conter uma amostra/réplica do produto ou o próprio produto.



O Clipping Press-Kit pode ser usado antes, durante ou apos o lançamento para subsidiar jornalistas com as informações necessárias e assim facilitar a cobertura sobre o que se quer divulgar e estimulem os jornalistas a publicar. O material deve ter capacidade de despertar interesse para uso imediato ou futuro e deve estar organizado de maneira que facilite o manuseio.


A verdade é que um PK pode realmente colocar qualquer empresa no mapa dos meios de comunicação. Pode gerar reconhecimento do nome da nossa empresa ou da marca ou de um produto e isso é tudo o que um bom comunicador pode esperar.



Estudos comprovam que grande parte das pessoas, apesar do avanço das mídias digitais, ainda tomam suas decisões de compra e de relacionamento com base no tato, um dos mais formidáveis sentidos. Antes de comprar um produto ou confiar em alguém, o ser humano quer tocar em algo para ter a certeza de que tal algo existe.
Por conta disso, uma boa política de marketing é se preparar para antecipar oportunidades. Um Press-Kit pode trazer uma boa safra de negócios, de onde se pode colher bons frutos. Antigamente, uma empresa pensava em usar Press-Kits apenas quando havia intenção de se colocar na mídia. O material, agrupado em uma pasta personalizada com o timbre da empresa, era produzido exclusivamente para jornalistas e nele continham fotos, releases, portfólio, etc. Atualmente, o conceito de Clipping Press-Kit mudou, pois qualquer pessoa ou profissional, jornalista ou não, é um veiculador de notícias em potencial.
Uma empresa ou profissional autônomo, em qualquer ramo de atuação, leva vantagem ao ter em mãos um Clipping Press-Kit para todas as ocasiões, desde a participação de um evento, de uma feira, de uma reunião de negócios, até o momento de tomar um cafezinho com amigos. Favorecer a oportunidade de apresentar um material impresso faz com que a empresa seja tocada e o valor agregado a essa sensação é incalculável. Há qualquer momento, uma pessoa pode pegar esse material, falar bem dele e da empresa em sua rede de relacionamento, e ajudar a alavancar negócios ou fortalecer uma marca.
É bom lembrar: um erro comum é pensar em um Press-Kit generalizado, ou seja, seguir padrões do tipo “se todos fazem assim, também farei”. O PK deve preencher necessidades particulares de cada empresa ou profissional. Ele pode conter um pacote completo de informações, ele pode ser um catálogo, pode ser a descrição de um produto ou apenas um cartão de visitas. Importante mesmo é tê-lo por perto e saber que seu novo conceito não está relacionado única e exclusivamente com a imprensa. Ele serve para todas as pessoas e para todas as mídias.




Press-Kits Eletrônicos


Os kits para imprensa eletrônicos, ou Clipping Press-Kit Eletrônicos (EPKs) são versões digitais dos kits impresso que têm sido usados há décadas. Os Press-Kit Eletrônicos e Clipping Press-Kit impresso contêm basicamente as mesmas informações, mas os EPKs transmitem essa informação de maneira mais rápida e de custo mais baixo. Os EPKs são currículos resumidos da sua empresa e contêm informações sobre quem a empresa é e o que ela faz. Um EPK pode ser uma eficiente ferramenta para aumentar a divulgação de seu negócio, mas antes que você envie um, você deve primeiro saber como criá-lo.

Crie (ou contrate alguém para criar) um logo para a empresa. Essa imagem deve estar em alta resolução no topo de cada página de seu kit de imprensa eletrônico. É essencial que você procure um profissional. Não crie a imagem sozinho, a não ser que você tenha excelentes habilidades de design gráfico.

Escreva a história da empresa. Inclua como a empresa começou e todos os marcos que alcançou ao longo de sua história. Esse também é um bom ponto de partida para incluir biografias curtas dos executivos seniores da empresa, incluindo o CEO, o COO, presidente e vice-presidente. Mas tente manter essa seção e todas as seguintes enxutas para que todas fiquem mais organizadas.

Crie uma página dedicada aos produtos e serviços da sua empresa. Explique no que a empresa é especializada e o quanto os produtos e serviços custam. Inclua fotos em alta resolução dos produtos e serviços se possível.

Crie uma página dedicada a qualquer divulgação na imprensa que sua empresa possa ter recebido. Inclua todas as premiações que tiverem recebido depoimentos de clientes e resenhas positivas. Inclua toda atenção favorável que tenha recebido por parte da mídia, como matérias que saíram no jornal (o chamado clipping) ou entrevistas com os executivos de sua empresa.

Crie uma página de FAQ com hot links para as resposta. Hotlinks são links que levarão o usuário diretamente para o link correspondente que foi referido. Por exemplo, se você tem uma lista de 25 perguntas, um leitor deveria poder clicar em uma pergunta e ser levado diretamente à resposta a essa pergunta.

Inclua uma página com um vídeo de alta qualidade resumindo a empresa e seus objetivos. Inclua filmagens de seus funcionários e gerentes, além de filmagens demonstrativas de como seus produtos e serviços funcionam.

Cria uma página de “Fale conosco”. Inclua o número da empresa, seu e-mail e seu ramal ou número de telefone comercial. Inclua o nome dos gerentes, além de seus títulos e números de telefone.

Reúna todas as páginas num único arquivo zip ou pdf. Assim você fará com que o destinatário tenha mais facilidade para baixar e ver seu Clipping Press-Kit Eletrônico com um único documento, em vez de forçá-lo a baixar um novo documento a cada página.

Suba os arquivos reunidos para o site de sua empresa e envio-os como anexo num e-mail para o destinatário. Se você enviar tudo num e-mail, dirija-se ao destinatário especificamente. Não escreva “A quem interessar”. Sempre escreva uma mensagem curta, porém pessoal ao destinatário e notifique-o de que a um anexo contendo um EPK.


FONTE












Nenhum comentário:

Postar um comentário

COMENTA QUE EU GOSTO